Cadeia produtiva e formação dos preços

Economia no Brasil

Empreender no Brasil não é tarefa simples, já falamos sobre a incidência tributária na remuneração da mão de obra, hoje vamos falar sobre outro fator muito importante para quem vende produtos ou serviços como atividade fim, a cadeia produtiva e o processo de formação dos preços

Atividade fim é aquilo que a empresa se destina a entregar ao cliente, por exemplo: uma loja de camisetas que tem como produto fim, camisetas estampadas exclusivas, ou uma empresa de construção civil que  tem como atividade fim, entregar edifícios. 

Você já parou para pensar de onde surge o valor das coisas que você vende? 

Muito além de calcular o ponto de equilíbrio, o artigo de hoje vai te ajudar a entender como o mercado inteiro influencia no preço que você calcula para vender e não ter prejuízos no final do mês. De forma bastante simplificada, você poderá identificar novas oportunidades no seu negócios, seja em fornecedores, localização, redução de custos, entre outros. 


Como funciona o mercado

Podemos dizer que existem dois grandes mercados e dois grandes agentes, juntos, formam o que chamamos de economia, ou de forma mais simplificada, mercado. 

Mercado: 

  • Mercado de bens e serviços; Produtos finais onde as empresas estão vendendo e as famílias estão comprando. 
  • Mercado de fatores de produção; Força de trabalho que as famílias vendem e as empresas compram, remunerando em forma de salário.

Agentes:

  • Famílias; Ação individual, onde uma pessoa consome o que compra e trabalha para receber salário.
  • Empresas; Ação empresarial, onde uma empresa produz para vender e compra mão de obra remuneração em salário. 

Os economistas entendem essa descrição como um fluxo circular, infinito, onde tudo que é produzido acaba sendo consumido e todo o dinheiro que entra em salários, volta como venda nos próprios produtos  e serviços produzidos. Meio abstrato não? 


Cadeia produtiva

Com uma visão mais detalhada sobre mercado, podemos observar que o ato simples de produzir um pão, na verdade não é tão simples assim pois existe uma cadeia produtiva gigantesca operando em segundo plano para que o empresário possa entregar seu produto com a melhor qualidade possível.

Vamos dizer que você é dono de um mercado e entrega como um dos produtos fim, o pão francês. Se não existisse o mercado, onde você iria comprar os insumos (ingredientes necessários) para produzi-lo? 

Cadeia produtiva do trigo:

  1. Agricultura: Cultiva o trigo (1)
  2. Agroindústria: Elabora o trigo e o agrega a outros insumos (1 + 2)
  3. Panificadora: Elabora os insumos e produz pão (1 + 2 + 3 )
  4. Mercado: Vende o produto fim elaborado (1 + 2 + 3 + 4)
  5. Consumidor: Compra e consome o produto fim (1 + 2 + 3 + 4 + 5)

Como você pode perceber, existe uma cadeia muito complexa para que você (dono de mercado) possa entregar o pão para o cliente e receber por isso. Durante todo esse percurso, até o fim, são geradas diversas rendas individuais, pois muitas pessoas trabalharam e também receberam para que o produto fosse passado adiante, daí o nome de cadeia (ações interligadas).


Formação dos preços 

Por fim, todo esse processo faz com que o preço vá sofrendo alterações e quanto mais etapas forem necessárias para que o produto seja entregue ao cliente fim, mais valor será agregado ao produto ou serviço, pensando que pode existir a possibilidade do cliente comprar o pão e ao invés de consumir, usá-lo para produzir outra coisa, por exemplo um pudim de pão para a venda da escola. 

Com isso, temos de forma simples, que o preço vai crescendo ao longo do processo produtivo e este crescimento determina uma base (um preço mínimo) para iniciar os cálculos do outro empreendedor que está tentando calcular o ponto de equilíbrio do seu negócio.

Formação do preço ao longo do processo produtivo 
Ordem  Evolução Setor Preço (compra) Adicional (venda) Total
1 Agricultura  R$5,00 R$0,50 R$5,50
1+2 Agroindústria  R$5,50 R$1,20 R$6,70
1+2+3 Panificadora R$6,70 R$2,40 R$9,10
1+2+3+4 Mercado R$9,10 R$3,10 R$12,20
1+2+3+4+5 Consumidor 1º R$12,20 R$0,70 R$12,90
1+2+3+4+5+6 Consumidor 2º R$12,90 R$0,00 R$12,90

Lembrando que o valor adicional é uma representação de todos os custos que estão envolvidos na operação são adicionados no valor do produto para que a empresa não pague para trabalhar, pelo contrário, seja remunerada pelo trabalho que exerce.


Personality Contabilidade

Nós da Personality Contabilidade somos especialistas em modelagem de negócio, consultoria financeira e tributária, implantação de ERP e contabilidade para empresas licitantes. 

Gostou do conteúdo, quer entender como os custos envolvidos na sua operação podem afetar o seu negócio? Não deixe de entrar em contato, temos profissionais excelentes à disposição para oferecer a melhor solução para o seu negócio. 


Você pode ser interessar por:


Trabalhos citados & Referências

Economia: Fundamentos e práticas aplicados à realidade Brasileira 2º edição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
Open chat