Enter your keyword

Como se tornar um consultor referência para MPE?

Como se tornar um consultor referência para MPE?

Como se tornar um consultor referência para MPE?

O mercado brasileiro de MPE, ou micro e pequenas empresas, é uma colcha de retalhos. Modernas startups de serviços online e aplicativos misturam-se a pequenas costureiras e maquiadoras de bairro. O Brasil oferece dificuldades que unem todo e qualquer empresário e profissional, e algumas outras que atacam a setores e empresários de forma mais pontual e específica.

Todos têm seu valor e produzem grandes empreendimentos, contudo são públicos-alvo completamente diferentes. Como tornar-se uma referência para pequenas empresas, quando essas empresas são conduzidas por empresários que parecem não ter absolutamente nada em comum?

A resposta é encontrar as dificuldades e dores em comum a todos esses empresários. Como? Existem algumas maneiras de chegar até o “X” da questão, e pode acreditar, elas são bastante fáceis de conduzir quando você está disposto a se tornar uma boa referência.

Eventos e networking

Participar de eventos e criar oportunidades de networking não são um luxo ou um momento de descontração para um consultor. Trata-se de parte do trabalho. Eventos abrem portas e fazem com que seus serviços tornem-se conhecidos. O ideal é inicialmente concentrar-se em eventos e rodadas de negócios de alguns segmentos específicos, até que você possa entender as necessidades e dores desse setor.

Empresários de um mesmo segmento possuem dois tipos de dilemas: primeiro, peculiaridades de sua própria área; em segundo lugar, dificuldades enfrentadas por todo empresário de pequeno porte.

A participação em eventos de um segmento oferece a você consultor dados para lidar com esse público, mas também mostra variáveis que irão se repetir em outros segmentos que você for pesquisar.

Quando você tiver participado de eventos em segmentos distintos suficientes, poderá traçar um “mínimo comum” e chegar a conclusões de como atingir a todos esses públicos de uma só vez.

Foco em resultados

Há algo que une todo empreendedor, seja ele pequeno, grande, de atuação local ou nacional, ou com negócios inovadores ou mais tradicionais. Todos os empresários buscam resultados. Quando você orienta seus serviços de consultoria à busca por resultados objetivos e práticos, está imediatamente falando com todos os empresários – seja a costureira de bairro ou o adolescente gênio montando uma nova startup.

O foco em resultados parece algo óbvio, mas muitos consultores ainda têm dificuldades em direcionar seus serviços nesse sentido. É preciso filtrar o conteúdo técnico e acadêmico na área em que você atua, criando impressões mais práticas ao empresariado.

Digamos, por exemplo, que você atue na área de laudos técnicos de engenharia. Para seus colegas, análises técnicas, equações e fórmulas e tabelas numéricas detalhadas são o máximo. Contudo, para seu cliente que é um pequeno empresário, esse tipo de produto não oferece grande apelo.

O pequeno empresário, quando contrata um consultor, quer diretrizes. Ele precisa de caminhos e rumos a seguir e, embora algum respaldo técnico seja esperado de um bom consultor, o produto final tem de ser prático e aplicável.

Voltando aos laudos de engenharia, indicações que reduzam a exposição a multas e autuações, ou modificações estruturais e prediais que atraiam mais clientes são algo desejável e atraente para pequenas empresas. Quando, por exemplo, uma padaria de bairro poderia imaginar que iria dobrar seu tíquete médio simplesmente mudando o caixa de lugar? Esse tipo de conclusão é ouro para a pequena empresa, e transformará seu trabalho em algo que rapidamente ganha recomendações, além de produzir excelentes cases para que você use posteriormente.

Aliás, falando em cases…

Cases de sucesso

O pequeno empreendedor não precisa encontrar em seu website ou material promocional aspectos técnicos e descrições rebuscadas do serviço que você presta. Um pequeno empresário não é alguém ignorante, mas ele está buscando um consultor exatamente porque NÃO CONHECE sua especialidade técnica.

Para criar uma assinatura com esse público, é preciso mostrar em termos concretos aquilo que você é capaz de fazer. E não há nada melhor para isso do que cases de sucesso.

Pense que cada trabalho que você realiza bem é um apelo em termos de benefícios e resultados para novos clientes. Entretanto, para produzir bons cases você precisa, durante a realização de suas consultorias, lembrar-se de alguns pontos:

  • Documento e arquivo tudo o que fez e como fez
  • Crie uma linguagem didática para expor suas conclusões e avaliações
  • Colha depoimentos e testemunhos de seus clientes e mantenha um canal frequente para receber feedbacks
  • Faça o acompanhamento dos clientes atendidos mesmo após a conclusão do trabalho consultivo
  • Use exemplos para relacionar o case com o empresário que é seu público-alvo

Se possível, quando for usar o case em seu website ou material de apresentação, peça autorização para usar fotos, logotipos, imagens ou mesmo fotografias dos empresários que atendeu. Especialmente entre pequenas empresas, um rosto cria maior confiança.

Métricas

Estamos na era da internet e do Big Data. Tudo pode e precisa ser medido. Níveis de satisfação, níveis de leitura e acessos, compartilhamentos, recomendações, retorno sobre o investimento em publicidade. A internet facilita tudo isso e permite que você defina variáveis que irão refletir o nível de aceitação de seus produtos, serviços, conteúdo e a eficácia daquilo que você gasta com publicidade e divulgação.

O consultor dos dias de hoje precisa ter ciência, o tempo todo, de como seu público-alvo está reagindo. Estudar melhor marketing digital é uma boa forma de começar, mas mesmo no meio offline, é preciso medir.

Durante a realização de trabalhos consultivos, é importante incluir instrumentos que possam avaliar os níveis de satisfação de seus clientes. Isso pode parecer um pouco burocrático, mas a verdade é que possuímos uma certa tendência de recomendar aqueles fornecedores que dispensam mais atenção conosco.

O pequeno empresário não é diferente. Qualquer que seja seu ramo de atuação, ele sempre possui, entre seus fornecedores e clientes, outros pequenos empresários que enfrentam dificuldades semelhantes.

Sua excelência no atendimento e sua preocupação durante a realização da consultoria são fatores que elevam suas chances de ser recomendado a novos empresários e clientes. E isso, pode argumentar o quanto quiser, é bastante fácil – basta ser simpático e prestativo… não há outro segredo.

Como podemos te ajudar?

A Personality Contabilidade oferece serviços de gestão e contabilidade online, somado com assessoria empresarial personalizados de acordo com a necessidade das micro e pequenas empresas. Somos um grande parceiro dos consultores de negócios, entre em contato conosco para saber mais. Acompanhe o nosso blog, a nossa página no Facebook e nosso canal no Youtube.

 

 

No Comments

Post a Comment

Your email address will not be published.

%d blogueiros gostam disto: